Nasceu nosso Francisco: relato de um parto domiciliar humanizado

blog do Paulo Henrique Soranz

FranciscoAntes de mais nada, deixo claro que a defesa que faço em relação ao assunto deste texto é a de que mães e filhos devem ter o direito ao acesso a um parto humanizado, seja ele domiciliar ou hospitalar. Entendo ser a cesárea um procedimento que salva vidas, mas que tem sido usado de forma desmedida e desnecessária.

Eu e Rita, minha esposa, só fizemos a opção pelo parto domiciliar porque não encontramos nenhuma possibilidade de o Francisco nascer sem intervenções em um ambiente hospitalar, então decidimos por nossa casa.

Foi tudo tão bem, de forma segura e natural, que resolvi compartilhar a experiência no relato que segue, até como forma de estimular outros casais a também questionarem as “linhas de montagem” estabelecidas em nossos hospitais, onde os riscos para os administradores e médicos são mínimos, mas as intervenções são claramente exageradas.

Segue o relato:

Me desculpem o texto longo…

Ver o post original 1.818 mais palavras


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s